Mãe do deputado Roberto de Lucena falece em São Paulo aos 84 anos

O deputado federal Roberto de Lucena (SP) sofreu uma dura perda na tarde de hoje (21/06). Como ele mesmo anotou “Perder uma mãe é a maior perda que se pode ter nessa vida”. A propósito, o deputado escreveu belíssimo texto nas redes sociais para sua mãe, Eunice Alves de Lucena. A redação da Revista Brasília manda os profundos pêsames ao deputado e eterniza alguns trechos da homenagem a sua mãe:

“Minha mãe me trouxe à luz, ao meio dia, em 18 de Abril de 1966. Hoje, ao meio dia, no dia 21 de Junho de 2020, meus irmãos e eu fizemos a ela nossas últimas homenagens no templo da igreja ‘O Brasil Para Cristo’, em Santa Isabel, onde crescemos. Após isso o seu corpo foi levado para descansar no mesmo túmulo onde está meu pai. Não foi fácil e não está sendo fácil. Perder uma mãe é a maior perda que se pode ter nessa vida. Fica tudo muito estranho. A mãe é a raiz, a gênese, o chão da gente; a terra de onde saímos. Ela estava com 84 anos, viveu casada com meu pai exatos 50 anos, criou 12 filhos”, escreveu Roberto de Lucena.

Ao falar da trajetória de vida de sua mãe, o deputado ressalta as virtudes de uma mulher guerreira, que venceu na vida superando todas as adversidades e criou os filhos com o suor de seu trabalho.

“Quando seu pai faleceu ela tinha apenas 16 anos. Sua família era uma das mais pobres de Caldeirões de Cima, pequeno distrito retirado de Palmeira dos Índios, em Alagoas. Corajosamente ela decidiu sair da sua zona de conforto e vir para São Paulo, para lutar pela sua sobrevivência e por uma vida melhor, sendo acompanhada em seu sonho por Antonio Gomes da Silva, um amigo de infância, do mesmo distrito.

Em São Paulo casaram-se e tiveram 5 filhos, a Cida, o José Maria e a Nica, a Verinha e o Luis”, relatou Roberto de Lucena.

Após a perda de seu pai, dona Eunice sofrera outro duro golpe, o falecimento de seu esposo. Teve que deixar seus filhos em um orfanato em Araraquara para trabalhar e ter condição de criá-los. Conheceu o pai de Lucena, resgatou toda a família e prosperaram em Santa Isabel, local de seu sepultamento.

Lucena teve a oportunidade de ver sua mãe acompanhar sua carreira na vida pública e votar no filho por 3 vezes consecutivas. Na última, em 2018, dona Eunice já estava com a saúde debilitada em virtude de um câncer, mesmo assim fez questão de ir às urnas para eleger seu filho.

O deputado se mostra orgulhoso terminando seu texto de homenagem com uma mensagem de agradecimento à vida de sua mãe. Segundo o próprio Roberto de Lucena, “Ela era um dos principais segredos da minha vida abençoada. Eu tenho orgulho de ser o filho da Dona Eunice. Ela vai fazer falta e deixar muita saudade. Muita! Que Deus seja eternamente bendito e glorificado pela vida frutífera da minha amada mãe, Eunice Alves de Lucena”.