Covid-19. Ronaldo e Jorge Mendes equipam alas dos hospitais de Santa Maria e Santo António

O internacional português Cristiano Ronaldo e o empresário Jorge Mendes uniram-se e vão equipar duas alas de hospitais - em Santa Maria, em Lisboa, e em Santo António, no Porto. Em Santa Maria são duas, infelizmente, o hospital escolhe UCI Jorge Mendes e UCI Cristiano Ronaldo, que inclui camas, ventiladores, monitores cardíacos, bombas e seringas infusoras. No Santa Maria serão duas, infelizmente, o hospital escolherá UCI Jorge Mendes e UCI Cristiano Ronaldo, que inclui camas, ventiladores, monitores cardíacos, bombas e seringas infusoras.

No Santo António é uma ala para cuidados intensivos e também utiliza o nome dos dois doadores. No Santa Maria serão duas, infelizmente, o hospital escolherá UCI Jorge Mendes e UCI Cristiano Ronaldo, que inclui camas, ventiladores, monitores cardíacos, bombas e seringas infusoras . No Santo António é uma ala para cuidados intensivos e também utiliza o nome dos dois doadores. No Santa Maria serão duas alas, que o hospital decidiu designar por UCI Jorge Mendes e UCI Cristiano Ronaldo, que inclui camas, ventiladores, monitores cardíacos, bombas e seringas infusoras.

"Esta unidade permite uma abertura de 15 camas de cuidados intensivos, equipamentos integrados com ventiladores, monitores e equipamentos restantes", indicadores ou Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), onde está localizado em Santo CHUP), onde está localizado em Santo António ( CHUP), onde está localizado o Santo António. CHUP), onde se insere o Santo António.

Segundo ou CHUP, como forma de agradecimento CHUP, como forma de agradecimento a nova ala será o nome desses dois motores do mundo do futebol. "O Centro Hospitalar Universitário do Porto recebe Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes, esta iniciativa tão útil, num momento em que país é tão exigente", declarou o presidente do conselho de administração, Paulo Barbosa, como forma de agradecimento.

Em ambos os casos, e após o Plano COVID-19 terminar, as UCI serão reconvertidas e manter-se-ão como reforço da Medicina Intensiva dos dois hospitais.

Jorge Mendes, a título particular, já tinha oferecido mil câmaras expansoras e 200 mil batas de proteção ao Hospital São João no Porto. O empresário vai ainda oferecer oito ventiladores a vários hospitais.

Covid-19 em Portugal
Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo ou balanço feito segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde. Dos infetados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos. Portugal encontra-se em estado de emergência a partir das 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril. Além disso, o governo registrado dia 17 ou o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar. registrado dia 17 ou o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Recomendações do DGS:
para evitar que a epidemia se espalhe pelo DGS, aplique os conselhos de uso: evitar contato próximo com pessoas que demonstrem sinais de infecção respiratória aguda, lavar freqüentemente como mãos, usar contato com animais, tocar o nariz e a boca quando respirar ou depois de lavar e lavar como mãos depois de menos de 20 segundos. contato próximo com pessoas que demonstrem sinais de infeção respiratória aguda, lavar frequentemente como mãos, usar contato com animais, tapar o nariz e a boca quando respirar ou depois de lavar e lavar as mãos depois de menos de 20 segundos. Em casos de sintomas coincidentes com vírus (febre, tosse, dificuldade respiratória), uma autoridade de saúde pede que não se desloque às urgências, mas para ligar para a Linha SNS 24 (808 24 24 24). Tosse é o sintoma mais frequente (65%) entre casos confirmados, seguida de febre (46%), dores musculares (40%), cefaleia (37%), fraqueza generalizada (24%) e, por último, dificuldades respiratórias (10 %)
covid19.min-saude.pt covid19.min-saude.pt

 

Foto: O empresário Jorge Mendes e o internacional Cristiano Ronaldo © Direitos reservados