Darcísio Perondi, relator do Projeto que fixou o Teto dos Gastos Públicos, vai continuar bom trabalho na Câmara dos Deputados

Darcísio Perondi (MDB), atual deputado federal pelo estado do Rio Grande do Sul, vai continuar desempenhando o bom trabalho na Câmara dos Deputados, especialmente na área da saúde e no controle dos gastos públicos. Embora não tenha sido reeleito com os mais de 38 mil votos que recebeu, Perondi se elegeu como suplente de deputado e vai ocupar a vaga de Osmar Terra que se afastou do cargo para assumir o Ministério da Cidadania.

Darcísio Perondi foi um dos parlamentares mais importantes para a aprovação da PEC que fixou o teto dos gastos públicos. Ele foi o relator do projeto na Comissão Especial da Câmara que aprovou, em 2016, o teto de gastos para ser implantado em 2018. A proposta que se transformou na Emenda Constitucional nº 95 de 2016, prevê que os gastos federais só poderão aumentar de acordo com a inflação acumulada conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Na prática isso irá contribuir muito para o Brasil reduzir sua dívida interna e gerar um ambiente econômico mais seguro e estável pelos próximos 20 anos.

Essa lei deu início a um movimento de retomada da confiança dos investidores nacionais e estrangeiros no Brasil. Agora com o ministro Paulo Guedes a frente do Ministério da Economia mais leis desse tipo deverão ser encaminhadas para o Legislativo. Nesse ponto, o governo poderá contar com Darcísio Perondi, um deputado gabaritado nesses assuntos, para implementar as reformas que são tão necessárias ao país. O vasto conhecimento de Perondi será determinante na aprovação de leis que ajudarão o Brasil a retomar o nível de investimento e na diminuição da máquina pública, ainda mais com a nova composição do Congresso que conta com diversos “novatos”.

Darcísio Perondi foi escolhido para ser o relator da matéria em função da sua expertise como gestor e pela experiência que tem na Casa, Perondi está no seu sexto mandato consecutivo como deputado federal. Dentre as atribuições que exerceu fora do Poder Legislativo, destaca-se que ele foi presidente do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) por 22 anos e também já presidiu a Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Brasil (AMB).

Pela experiência como médico e como gestor de hospitais, Darcísio Perondi chefiou a Frente Parlamentar da Saúde na Câmara dos Deputados de 2007 a 2015, dando uma importante contribuição para a melhora da Sistema Único de Saúde em todo o Brasil. Como principais iniciativas de sua atuação parlamentar, destacam-se a liderança das comissões especiais que trataram do Financiamento da Saúde Pública e da redução da tributação sobre medicamentos.

Além disso, Darcísio Perondi foi relator da lei que reduziu os impostos sobre medicamentos, da lei que restringiu a propaganda de cigarro e da Lei de Biossegurança que regula o tratamento com Células Tronco Embrionárias. Assim, o governo ganha em dois lados, com Osmar Terra no Ministério da Cidadania e com Darcísio Perondi na Câmara dos Deputados, pois ambos são profissionais extremamente qualificados e serão fundamentais para proporcionar o retorno do crescimento econômico e as mudanças que os brasileiros tanto sonham.

Por Coluna Política