Prorrogado contrato com o BNDES para investimentos com recursos do FSA

A Agência Nacional do Cinema - ANCINE aprovou a prorrogação de contrato com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, no valor de R$250 milhões, para a implementação de uma linha de financiamento à infraestrutura do setor audiovisual.

Os investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA foram autorizados pelo Comitê Gestor do Fundo na última reunião, dia 17 de dezembro.

Os recursos, aplicados na modalidade de crédito, poderão ser utilizados para atualizar tecnologicamente e expandir o parque exibidor brasileiro, com o objetivo de ampliar e democratizar o acesso ao cinema no Brasil. Os recursos destinam-se também para garantir a acessibilidade das salas de cinema. Objetiva-se, ainda, o financiamento de ações estruturantes para o crescimento do setor audiovisual, atendendo às demandas de infraestrutura técnica e inovação tecnológica.

A prorrogação do contrato com o BNDES assegura o lançamento da linha da crédito no início de 2020, por ocasião da publicação pela ANCINE do primeiro relatório de Análise de Impacto Regulatório (AIR) sobre o segmento de mercado de Salas de Exibição.

Fonte: Ancine