Exército promove campanha para cadastro de voluntários para doação de medula óssea

A Base de Administração e Apoio do Ibirapuera e o 8º Batalhão de Polícia do Exército promoveram, nos dias 23 e 24 de outubro, uma campanha de esclarecimento sobre doação de medula óssea no Forte Ibirapuera, em São Paulo (SP). A atividade ocorreu em parceria com o Hemocentro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e a Associação da Medula Óssea.
 
No dia 23 de outubro, o Sr Reinaldo José Gonzalez Gomes, da Associação da Medula Óssea, ministrou palestras, esclarecendo dúvidas sobre cadastro e doação. E no dia 24 de outubro, a Formação Sanitária do Forte do Ibirapuera recebeu uma equipe de apoio do Hemocentro da Santa Casa, que disponibilizou estrutura para coleta de 10 ml de sangue por pessoa para o cadastro dos voluntários.
  
A atividade reuniu 303 novos cadastros, entre militares e civis, no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), superando a expectativa da equipe do hemocentro de 250 cadastros. 
 
O transplante de medula óssea pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias. Quando não há um doador aparentado (irmão ou parente próximo), a solução é procurar um doador compatível entre os indivíduos da população em geral. Desta forma, os voluntários cadastrados como doadores podem ser selecionados para salvar pacientes de todo o País.