Empreendedores da beleza aderem à campanha Sinal Vermelho Revista Brasília
BRASIL

Empreendedores da beleza aderem à campanha Sinal Vermelho

redacao@revistabrasilia.com.br | AMB.  -   07 de outubro de 2021

AMB capacitará Rede Jacques Janine a adotar medidas diante de denúncia de violência doméstica

Nesta quinta-feira (7/10), a rede de cabeleireiros Jacques Janine, no Rio de Janeiro- RJ, assinou o Termo de Adesão à campanha Sinal Vermelho de Combate à Violência Doméstica. A empresa se torna mais uma parceira da iniciativa da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) voltada a combater a prática de agressão a mulheres.

A reunião ocorreu na unidade do bairro Morumbi. Com a participação da presidente da AMB, Renata Gil, da diretora do AMB Mulheres, Domitila Manssur e da empresária da rede, Antoinette Jeanine, entre outros colaboradores.

“É emocionante observar como nossa campanha, a cada dia,recebe parceiros nesta luta em prol da vida. A Jacques ao se colocar à disposição para somar esforços no combate à violência doméstica demonstra sensibilidade à situação de milhares de mulheres que esperam uma pequena oportunidade de pedir socorro. Seja bem-vinda a Rede Jacques Janine e equipe. ”, comemorou Renata Gil, presidente da AMB.

O próximo passo é o treinamento que a AMB oferecerá aos colaboradores, que seguirão o protocolo da campanha. Ao se depararem com uma mulher mostrando o “X” Vermelho na palma da mão, como sinal silencioso de socorro, eles farão o acolhimento inicial e entrarão em contato com as autoridades competentes, encarregadas de adotar as providências relativas à proteção da vítima e procedimentos legais relacionados ao fato.

Um outra linha de atuação do novo parceiro é o apoio na divulgação da campanha, inclusive, no próprio setor em que a Rede de cabeleireiros Jacques Janine atua.

As adesões mais recentes foram no fim de setembro, quando Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) e Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo) assinaram os termos. A Sinal Vermelho é de autoria da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), como forma efetiva de combate à violência à mulher.

Além do Distrito Federal, 15 estados sancionaram lei sobre a matéria. Em julho, a campanha foi instituída nacionalmente por meio da sanção do Pacote Basta (PL 741/2021).

Compartilhe