Projeto de gestão militar nas escolas públicas do DF ascende briga entre esquerda e direita

O projeto do Governo do Distrito Federal em implementar Gestão Militar nas escolas públicas com o objetivo fomentar o desenvolvimento pedagógico dos estudantes, mostrou que não existe imparcialidade políticas no ensino público do DF. Em um artigo publicado no portal BlitzDigital, o major Luiz Fernando Ramos Aguiar publicado nesta semana, destaca o cenário de inserção das escolas militares e como tem sido encarada as resistências por parte dos sindicalistas.

No informativo, o militar destaca as investidas da esquerda, representada por sindicalistas. De acordo com o major, as resistências ao projeto existem de diversas formas. “Forças políticas da esquerda, capitaneadas por sindicatos filiados à CUT estão realizando uma campanha com objetivo de sabotar o projeto. O movimento nos faz acreditar que para alguns representantes de classe os objetivos ideológicos estão acima de qualquer interesse e qualquer avanço, ainda que modesto, deve ser repelido”, avalia o militar.

O artigo completo está disponível em: https://blitzdigital.com.br/artigos/colegios-militares-guerra-ideologica/

Por Mário Benisti
Foto: Reprodução